27.3 C
Rio Branco
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024
O RIO BRANCO
Brasil

PF adia depoimento de Bolsonaro sobre importunação a baleia

Publicado em 05/02/2024 10:02

A Polícia Federal (PF) adiou o depoimento do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre as acusações de importunação a uma baleia-jubarte no litoral paulista. A oitiva estava marcada para a próxima quarta-feira (7), mas foi transferida para 27 de fevereiro.

Fabio Wajngarten, advogado de Bolsonaro e ex-ministro das Comunicações, também iria depor na mesma data. O local da oitiva também foi alterado pela PF. Seria em São Sebastião, município do litoral onde ocorreu a suposta importunação ao cetáceo, mas agora será na capital paulista.De acordo com o site Metrópoles, a Polícia Federal havia mapeado manifestações pacíficas de apoiadores de Bolsonaro em frente à delegacia onde seria prestado o depoimento, em São Sebastião. Ainda que pacíficas, as manifestações teriam gerado preocupação na PF.

Mesmo com a adiamento, Bolsonaro mantém sua ida a São Sebastião. O ex-chefe do Executivo reforçou sua presença por meio de uma lista de transmissão em aplicativo de mensagens.

– Dia 07, 4ª feira, às 15 horas. O depoimento foi adiado, mas… Mesmo assim estarei em São Sebastião. Vamos nos encontrar – diz o texto.

O inquérito foi aberto com base em vídeo que mostra um homem pilotando um jet ski e se aproximando do grande cetáceo.

A lei que justifica a investigação é a Lei 7.643 de 18 de dezembro de 1987 que proíbe a pesca de cetáceos nas águas jurisdicionais brasileiras, e dá outras providências. O artigo primeiro do texto determina: “Fica proibida a pesca, ou qualquer forma de molestamento intencional, de toda espécie de cetáceo nas águas jurisdicionais brasileiras”.

Artigos Relacionados

Congresso promulga emenda constitucional da reforma tributária

Marcio Nunes

Ministro Edson Fachin autoriza governador Gladson Cameli a viajar para a China 

Jamile Romano

Saiba como ter acesso a absorventes gratuitos pelo SUS

Jamile Romano

Universidades federais criticam redução de orçamento

Jamile Romano

Aumento de prisões fortaleceu o crime organizado, avalia pesquisador

Marcio Nunes

Brasil é oficializado como sede da Conferência do Clima de 2025

Marcio Nunes