27.3 C
Rio Branco
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024
O RIO BRANCO
Política

Lula adia retorno a Brasília e prorroga folga da virada do ano

Publicado em 03/01/2024 12:01

O presidente Lula (PT) decidiu não retornar a Brasília nesta quarta-feira (3), como estava inicialmente previsto, prorrogando a sua folga de fim de ano na base militar Restinga da Marambaia (RJ).

Lula deve voltar à capital federal nesta quinta-feira (4), segundo interlocutores do governo, mas não deve ter compromissos oficiais no Palácio do Planalto até o fim desta semana.

Lula embarcou para o Rio de Janeiro na manhã de terça-feira (26), para a sua folga de fim de ano. O presidente passou as festividades do Réveillon na Restinga da Marambaia (RJ), uma ilha localizada em área militar controlada pelas Forças Armadas.

Na virada do ano, a primeira-dama Janja publicou uma foto ao lado de Lula.

A Presidência da República inicialmente não confirmou o destino do presidente e tampouco informou oficialmente quando ele retornaria. No entanto, interlocutores do Planalto afirmavam que o retorno aconteceria nesta quarta-feira.

Um interlocutor afirmou que o adiamento do retorno não foi consequência de nenhum imprevisto. O presidente apenas decidiu descansar por mais um dia no local.

Na manhã desta quarta-feira (4), o presidente usou suas redes sociais para publicar uma foto em que aparece tomando um banho de mar. “Reencontro com o mar para começar 2024 com muita energia para rodar o Brasil”, escreveu Lula na legenda.

[Folha Uol]

Artigos Relacionados

TSE aplica multa de R$ 15 mil a Bolsonaro por associar Lula ao PCC nas eleições

Jamile Romano

Agenda de Lula tem 86% de reuniões com ministros e 14% com ministras

Jamile Romano

Ciro Nogueira recebe lideranças do PP e declara apoio a Alisson Bestene

Marcio Nunes

Governo Lula estuda limitar dedução com saúde no Imposto de Renda

Jamile Romano

Socorro Neri a Padeiro, do Bujari: o sr. vai receber apoio para além do que foi solicitado

Marcio Nunes

Na COP 28: Em Dubai, Socorro Neri vai defender que a Amazônia seja remunerada pela contribuição que presta ao equilíbrio climático mundial

Marcio Nunes