27.3 C
Rio Branco
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024
O RIO BRANCO
Artigos do NarcisoColunistas

Fiquem atentos

Publicado em 31/01/2024 10:01

    A Covid-19 levou mais de 700.000 brasileiros a morte, daí todos os cuidados com a dengue

           Quando observo que a dengue já se faz presente e fazendo suas conseqüentes vítimas nas mais importantes unidades de nossa federação, pergunto: caso à dengue avançar e acabe chegando nas nossas regiões norte e nordeste, nas quais se concentram a maioria dos nossos mais pobres e desassistidos quais serão as dimensões da gravíssima crise humanitária que poderá advir?

           Presentemente, nos seguintes Estados: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, as mais ricas e poderosas unidades da nossa federação, consoante o nosso próprio Ministério da Saúde, presentemente, são as mais afetadas. Ironia à parte, até em Brasília, nosso Distrito Federal, a dengue já está fazendo suas vítimas.

           Enquanto isto, a nossa opinião pública continua sendo intoxicada pela polarização Lula/Bolsonaro. Se isto fosse parte da solução, vá lá, mas não, apenas faz piorar o que já anda superlativamente ruim.

           Diz o ditado popular: dois não brigam quando um não quer. Lamentavelmente e neste particular, ambos estão querendo. E quais são as suas armas? Os vendavais de Fake News, sobretudo àquelas devidamente manipuladas e que tem como único propósito assassinar as reputações dos seus premeditados alvos, no caso, seus correspondentes adversários, tidos e havidos, como viscerais inimigos.

          Nada contra a liberdade de expressão, muito menos a favor da censura. Entretanto, quem a exerce sem respeitar os direitos dos outros, na suposição que o seu direito é absoluto, poderá se deparar com graves conseqüências. Daí a imperiosa necessidade de se regulamentar os direitos daqueles que se apropriam das nossas redes sociais para veicular suas absurdas e inaceitáveis fake news.

          Disse, e muito oportunamente, o saudoso e insubstituível Abraham Lincoll. “Aqueles que negam a liberdade aos outros não a merecem para si mesmos”. Peguemos o exemplo que vivenciamos cotidianamente e façamos o seguinte questionamento: o que seria do trânsito de sua cidade, particularmente, o da nossa maior metrópole, a cidade de São Paulo se o seu trânsito de veículos não fosse devidamente regulamentado?

         Quando assisto determinados sites ou quaisquer outro meio de comunicação, particularmente, àqueles que só divulgam informações favoráveis ao ex-presidente Jair Bolsonaro, bem como, àqueles que só elogiam o atual presidente Lula, posso a tê-los como pregadores de desinformações. Isto aconteceu quando da pandemia da Covid-19 e não poderá ser repetido para se enfrentar o presente surto de dengue.

Artigos Relacionados

Formatura

Rubedna Braga

Exportação de carne suína apresenta aumento superior a 200% em 2023

Jamile Romano

Niver de 100 anos

Rubedna Braga

Gladson Cameli apresenta oportunidades de negócios em evento empresarial na China

Antonio Muniz

Pedido de afastamento do governador tem repercussão na Aleac

Antonio Muniz

Invariavelmente

Marcio Nunes