27.3 C
Rio Branco
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024
O RIO BRANCO
Artigos do NarcisoColunistas

Ele será cassado?

Publicado em 24/01/2024 10:01

       Se devidamente investigado o atual senador Sérgio Moro poderá ter o seu mandato cassado? 

     Se o tempo é o senhor da razão, muito provavelmente, o tempo que muito favoreceu o juiz Sérgio Moro já se foi, e ao que tudo nos faz crer, para nunca mais voltar, afinal de contas, o tempo da razão, ainda que muito tardiamente, para o próprio Sérgio Moro chegou chegando.

   À propósito, as acusações que poderão afastá-lo do Senado, coincidência ou não, foram propostas pelo PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro e pelo PT, partido do presidente Lula. O próprio presidente nacional do PL, Waldemar da Costa Neto já chegou a dizer, publicamente, que não há escapatória para o seu mandato.

   Se o PL do ex-presidente Jair Bolsonaro e o PT do presidente Lula propugnam pela cassação do seu mandato, vê-se, portanto, quão delicada vem ser a situação do ainda senador Sérgio Moro.

   O provérbio mundialmente aceito “quem lança mão da espada, pela espada perecerá” biblicamente, encontrado em Mateus, dele emergiu este outro: “quem com ferro fere com ferro será ferido.

    Enquanto comandante da então Operação Lava Jato, particularmente, nos seus mais áureos e efusivos momentos, o então juiz Sérgio Moro, convenientemente acumpliciado com o então procurador federal, Deltan Dallagnol, escolhiam os alvos a serem destroçados. A propósito, nas eleições presidenciais de 2018 o então ex-presidente Lula sequer pode concorrer por se encontrar inelegível, isto em razão de uma decisão jurídica advinda dos porões da Lava-Jato.

   A República de Curitiba, como os seus integrantes chegaram a crer, detinha poderes inquestionavelmente excepcionais. Prova disto, até o telefone da então presidente Dilma Rousseff, em pleno exercício do seu mandato, chegou a ser grampeado por determinação do juiz Sérgio Moro. Pior ainda: o seu conteúdo foi tornado público, naquilo que interessava os propósitos do lavajatismo.

   Hoje, em apuros, seja pela cassação do mandato do seu comparsa, do agora ex-deputado federal Deltan Dallagnol, seja pela eminência da cassação do seu próprio mandato, o ainda senador Sérgio Moro deve está profundamente arrependido por ter ferido, com ferro quentíssimo  e motivado por interesses de natureza política, os tantos quantos que pudessem dificultar as suas pretensões políticas.

   Para além das gravíssimas acusações que pesam contra então juiz Sérgio Moro e pelo seu comportamento político, se verdadeiras forem às acusações que lhes são feitas pelo ex-deputado Estadual, Tony Garcia, concordo em número, gênero e grau com o que preceituou o presidente nacional do PL: o mandato de Sérgio Moro será cassado.

Artigos Relacionados

Além de ministros do Governo, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), retomou os trabalhos contrapondo-se ao senador Rodrigo Pacheco

Jamile Romano

Nas festas de fim de ano, José Dirceu aconselhou o presidente Lula a arbitrar a briga política de Renan Calheiros e Arthur Lira.

Jamile Romano

Por quê?

Narciso Mendes

Planejamento estratégico do governo vai fortalecer indústria, comércio, ciência e tecnologia

Jamile Romano

Niver de Eracides Caitano

Rubedna Braga

PL x código-fonte

Leandro Mazzine