27.3 C
Rio Branco
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024
O RIO BRANCO
Coluna EsplanadaColunistas

O PL já decidiu que seu maior nome em 2026 será Michelle Bolsonaro

Publicado em 12/12/2023 04:12

Janja x Michelle
O cotidiano de Brasília sempre indica perspectivas eleitorais para quem está na vitrine do poder. Previsões aqui e acolá aparecem nos gabinetes do Congresso e de partidos. Mas uma certeza já existe nos bastidores do PT e PL, que ainda polarizam em público – e, tudo indica, podem repetir isso em 2026, mas com personagens diferentes: o protagonismo feminino na disputa eleitoral entre  Janja da Silva  e Michelle Bolsonaro. O PL já decidiu que seu maior nome em 2026 será Michelle Bolsonaro. Candidata a presidente da República ou a vice numa chapa viável. E investe nas aparições em atos públicos. Para surpresa dos caciques, ela está gostando do palanque. Ciente disso, o presidente Lula da Silva – que disputará a reeleição – tem dado todo o destaque nas suas agendas públicas, quando possível, à primeira-dama Janja. Na campanha, ela estará na TV, em atos políticos próprios dela e nos palanques do marido como um contrapeso.

Com os pés na porta
Uma silenciosa autofagia no PT palaciano pode mudar os inquilinos de gabinetes em 2024. Chefe do PAC 3, Míriam Belchior deve ser a substituta de Rui Costa na chefia da Casa Civil. Há uma grita, de meses, dos ministros e governadores contra o jeito Rui de ser – difícil de receber e demorado nas entregas, segundo relatos. Míriam ganha prestígio junto ao presidente Lula da Silva. A ideia de vender o PAC aos sauditas foi
dela.

Rota de colisão
Suplente de Blairo Maggi, Cidinho Santos entrou na mira do Progressistas. Ele se filiou ao partido para fortalecer nas eleições de 2024 e de 2026 o grupo do governador Mauro Mendes, e não avança. Está em rota de colisão com o Carlos Fávaro (PSD), da Agricultura. O ministro quer o PP junto nas eleições. Santos e Maggi, não.

E a viatura?
Já se vão seis meses e nenhuma notícia do gabinete do ministro Edson Fachin sobre o mandado de prisão do condenado Fernando Collor de Melo. A PGR já se decidiu pela cela.

Silencioso Brito

Correndo por fora, sem holofotes, o deputado Antônio Brito (PSD-BA) ganha força suprapartidária para suceder Arthur Lira. Ele desfilou paparicado por mesas da base à oposição no aniversário do deputado Ricardo Barros. Pode ser o nome do Governo.

Turistas gringos
Vivendo inferno astral de décadas, a cidade do Rio de Janeiro pode comemorar um número surpreendente a despeito do cenário caótico na segurança e saúde. Vai atingir a marca de 1 milhão de turistas estrangeiros este ano. Os números são do secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca.

Mérito Judiciário
O presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Rodrigo Bacellar, recebeu na sexta, 8, Dia da Justiça, o Colar do Mérito Judiciário. “Nossa gestão na Alerj tem sido pautada pelo diálogo e respeito pelas instituições. Seguimos de portas abertas e cientes do nosso papel em defesa da população”, afirmou Bacellar.

ESPLANADEIRA
# ABF lança ABF Academy, plataforma digital para capacitar potenciais empreendedores sobre o setor de franquias. # Luciana de Gnone lança, dia 13, o romance Crimes em Copacabana, em Brasília. # Sônia Guajajara e Helder Barbalho participaram de evento do Pacto Global da ONU na COP28. # CLP e Microsoft lançam Guia de IA para gestores públicos. # Câmara dos Deputados aprova projeto que criminaliza montagens de fotos ou vídeos íntimos de mulheres sem autorização. # Dados da ISAPS revelam que busca por procedimentos estéticos faciais cresceu 30% em Uberlândia.

Artigos Relacionados

A nove dias da sabatina, Planalto determinou dedicação plena para evitar derrota

Leandro Mazzine

Honestidade não basta

Jamile Romano

Gladson Cameli apresenta oportunidades de negócios em evento empresarial na China

Antonio Muniz

Os partidos políticos destinaram no ano de 2023 mais de R$123 milhões para fundações partidárias, aponta levantamento da Coluna

Jamile Romano

PL x código-fonte

Leandro Mazzine

Sergio Moro poderá ser cassado, segundo fontes ouvidas pela Coluna

Leandro Mazzine