27.3 C
Rio Branco
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024
O RIO BRANCO
Acre

Bocalom recebe doação de 48 M³ de madeira para o programa 1.001 Dignidades

Publicado em 13/12/2023 04:12

O prefeito de Rio Branco, esteve nesta quarta-feira (13), na madeireira onde está o protótipo da casa do Programa 1.001 Dignidades. Na ocasião, o gestor da capital acompanhou a entrega de 48 m³ de madeiras cerradas, fruto de uma apreensão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em parceria com o Ibama.

De acordo com as agentes de fiscalização do Instituto, além dessa apreensão, outras também serão feitas e encaminhadas para a madeireira que atende o Programa. Vale destacar que além das madeiras serem usadas para a construção das casas, elas também servirão para as passarelas, parquinhos e paradas de ônibus na capital.

Segundo o prefeito da capital, o Programa tem tomado grandes proporções e chamado a atenção de pessoas que querem somar ao sonho de mudar a realidade de 1.001 famílias.

“Quero agradecer imensamente os grandes parceiros que nós temos aí, como a Agrocortex que deu o pontapé nesse projeto, que nos estimulou a criar o programa. Depois veio o Ibama, um grande parceiro que já nos destinou mais de 1.000 m³ de madeira em tora, bem como 400 m³ de madeira serrada, e tudo isso veio para incorporar o projeto. Mostra que o nosso projeto está no caminho certo por ser verdadeiramente sustentável e pioneiro nesta área que vai servir como modelo para o resto da Amazônia e também do Brasil.”

O gestor destacou ainda que graças ao sucesso do programa habitacional a ideia é de dar continuidade mesmo após a entrega das 1.001 casas, prevista para o Dia das Mães.

“Vamos produzir as 1.001 casas, mas como expliquei para o pessoal do Ibama, pretendemos continuar produzindo uma quantidade entre 20 a 30 casas todos os meses para podermos diminuir o déficit habitacional de Rio Branco. Sabemos que são muitas famílias morando em cima de esgoto e precisando de uma casa para morar.”

O secretário municipal de Agropecuária, Eracides Caetano, explicou que a Seagro é a instituição responsável por realizar o cadastro de recebimento de todas as madeiras apreendidas do Rio Madeira até Rio Branco.

“O que a Seagro está fazendo é indo atrás dos documentos e transportando essa madeira até a serralheria. A parte das casas está sendo administrada por outra equipe, mas em relação a madeira apreendida, a Seagro é a secretaria responsável por fazer a logística. O Ibama está sendo um grande parceiro e eu sei que vai continuar sendo e, claro, toda a madeira que vem para cá, vai ser bem usada”, concluiu.

[Assessoria]

Artigos Relacionados

Governo do Estado sinaliza parceria com a Ufac para gestão da Fundação Hospitalar

Jamile Romano

Governador Gladson Cameli apresenta oportunidades de negócios para o Acre em evento empresarial na China

Jamile Romano

Orla do Quinze recebe insumos para serviços de estabilização da encosta

Marcio Nunes

Governo do Acre apresenta planejamento da Segurança para o Carnaval

Marcio Nunes

Governo do Acre atualiza taxas para emissão da Carteira Nacional de Identificação

Jamile Romano

Saúde do Acre lança campanha de prevenção às ISTs no Carnaval 2024

Jamile Romano