net-prf-enem_13-02-2014
 
 
 
 
You are here: Educação Professores provisórios denunciam cortes de salários ao Sinplac
 
 

Professores provisórios denunciam cortes de salários ao Sinplac

imagem_028Efeitos colaterais da última greve dos professores começam a se fazer sentir. Além da demora do governo na entrega do documento que garante a “puladinha”, equivalendo a cerca de 10% dos salários brutos para as primeiras letras, o Sindicato dos Professores Licenciados do Acre (Sinplac) vem recebendo nos últimos quatro dias denúncias de ameaças, envolvendo principalmente o corte de salários para os professores provisórios.

Esses provisórios, que não têm estabilidade empregatícia e que por isso foram utilizados como mão-de-obra reserva na greve, nada ganharam com a greve. Como o diálogo com o governo não avançava, vários professores resolveram participar da manifestação dos professores efetivos, faltando às aulas. Resultado: a Secretaria de Estado de Educação (SEE) os deixou fora da “puladinha”.

“Estamos esperando somente o próximo contracheque desses servidores para constatar se realmente esse tipo de coisa vai acontecer, que tipo de compromisso com a educação seria este. Caso ocorra, o corte de ponto tende a criar um caos social, pois esses profissionais também têm seus compromissos financeiros e precisam pagar suas contas, pôr o pão de cada dia na mesa, como qualquer trabalhador”, pondera o professor Edileudo Rocha da Silva, secretário-administrativo do Sinplac.

Para resolver o que se coloca como mais um impasse entre governo e educação acreana, o Sinplac está sugerindo à SEE que os provisórios também possam repor aulas como os professores efetivos, sem a necessidade de corte de pontos ou desconto de salários. Uma das alternativas, segundo Silva, seria a assinatura de um Termo de Compromisso entre a SEE e os provisórios, concordando em repor as aulas dentro das Leis e Diretrizes de Base da Educação (LDB).

 




Veja também:


Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
 
 
 
 
 
  • Opinião


Foto Antonio MunizAntonio Muniz

Panorama

Foto de Mathias NaganumaMathias Naganuma

Crônicas

Foto Narciso MendesNarciso Mendes

Artigos